Época 2010

2011 já começou bem como a nova época de Triatlo.
Depois de de um final de 2010 em que participei pela primeira vez numa maratona, os objectivos para este ano consistem basicamente em participar em todas as provas regionais, ajudar o clube a alcançar os seus objectivos e chegar à barreira das 5h no meio Iron do Porto Santo.
Pode ser que pelo meio ainda se consiga fazer uma ou outra prova no continente, além da Maratona do Porto para o final do ano.
Saudações triatleticas e votos de bom 2011.
Pesquisa personalizada

Chat da Discórdia


ShoutMix chat widget
BIKE COMPONENT SEARCH
www.ChainReactionCycles.com

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Resultados, Fotos e Reportagens do II Triatlo do Funchal

video
Reportagem da RTP-Madeira

Classificação Geral Absoluta

Fotos do Clube Aventura da Madeira

Fotos Duarte Câmara (by Pipa)

terça-feira, 19 de maio de 2009

2h26m01

Este é a minha melhor marca num triatlo disputado em distância olimpica.
Foi este domingo na cidade do Funchal (em casa), numa bela manha, propicia para a prática do triatlo, que tal feito aconteceu.
Mas se o resultado final foi bom, o inicio foi um completo desastre. Desde a uma noite mal dormida, com uma insónia das 2h20 até às 5h30 e daí em diante passando pelas brasas até às 7h00, hora do despertar. Depois foi o habitual antes das provas e sair de casa em direcção ao Funchal para o check-in no PT. Após a entrada, colocação da bike e restante equipamento, foi quando já me preparava para o aquecimento na água que fui chamado por um arbitro, pois os extensores da minha bike passavam 1cm do limite. O que aconteceria se não me tivessem visto? Seria desqualificado??? Não era obrigação terem verificado na entrada do parque? De qualquer maneira não consegui aquecer na água.


Dada a partida, foi até à 1ª boia, tentar conseguir um lugarzinho para nadar, entre largar pancada e passar por cima de outros, praticamente não consegui nadar. Depois da 1ª boia foi ir atrás do pelotão visto não conseguir ver a outra boia pois o sol incadeava e não conseguia ver nada, até que reparei que estava a ir em direção à boia errada. A partir daí foi ir no grupo que não me deixava sair e resultado final 27m02 o que me desmotivou completamente.

A entrada no PT foi a tentar pensar como tinha feito este tempo, quando perspectivava sair no minuto 23. Desilusão!
O inicio do segmento de ciclismo foi mau, com uma primeira volta a tentar perceber em que posição estava. Na 2ª subida do Infante e sendo apanhado no final da mesma pelo Gouveia e Rocha, ganhei outro ânimo e tentei ir com eles o máximo tempo possivel, o que aconteceu até à 4ª subida altura em que apanhamos o Paulo Silva e ficámos os dois. O Paulo puxava na subida e eu no plano. Pelo meio tinhamos a companhia de um triatleta continental, do Belenenses salvo erro. E assim fomos até ao final do segmento do ciclismo.

Chegado ao PT vejo o tempo total e afinal tinha recuperado algum do tempo perdido na natação. O objectivo de baixar as 2h30 estava ao alcance de um tempo abaixo dos 45m. Assim parti para a corrida decidido em atingir o objectivo. Hidratar bem no inicio e fazer um segmento de atletismo na companhia do Paulo Silva, para ajudarmo-nos um ao outro e tentar recuperar algumas posições.


Chegado ao primeiro retorno no final do Oudinot, lá começou aquela dor de estomago incomodativa e lá tive de deixar ir o Paulo e tentar recuperar. Entretanto já tinhamos passado o Artur. Foi já no final da 2ª volta que conseguir recuperar ao memso tempo que chegava-se a mim o Codinha, com uma volta de avanço. Já recuperado aproveitei a boleia e fiz uma excelente 3ª volta ultrapassando mais alguns concorrentes, Paulo Sequeira e o Hugo Brito, chegando novamente ao meu colega de prova, que solta "tu por aqui, outra vez!!!?"

Depois foi controlar o tempo à entrada para a ultima volta, 2h16m e verificar que quem vinha atrás. No final e a uns 500m da meta "fugi" do meu parceiro de prova e ainda tentei alcançar o Rocha que vinha em nitida perda, mas já não consegui chegar e ao entrar para a recta da meta foi a alegria de ter conseguido o objectivo, batendo o meu recorde da distancia.

Agradeço a todos que me apoiaram nesta prova, ajudando-me a atingir o objectivo, com o seu incentivo: Ce, Inês, Mamã, Ida, Pipa, Tomás, Francisca e todos os outros que com as suas palavras ajudaram-me ao longo da prova. Obrigado

Funchal "quer" a finalissima do Campeonato Nacional de Triatlo


Prova-final é desejo

Outro dos desejos para o futuro passa por trazer à Madeira, não apenas uma etapa do Campeonato Nacional de Triatlo, como aconteceu no último fim-de-semana, mas sim a prova-final desta mesma competição, na qual estão presentes os 50 melhores atletas do país do escalão masculino e feminino. Uma competição que até agora tem decorrido em Oeiras.«Pelo nível qualitativo que as provas de triatlo têm apresentado e pelas grandes condições que existem na Madeira em todos os aspectos, penso que seria importante que dentro de alguns anos pudéssemos trazer a prova-final do Nacional de triatlo à região. Mas, para que tal aconteça será necessário arranjar mais apoios», confessou Pedro Calado.
in, Jornal da Madeira

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Apresentação do II Triatlo do Funchal

Foi apresentado ontem em conferência de imprensa o II Triatlo do Funchal, 1ª etapa do Campeonato Nacional de Triatlo.

video
Reportagem da RTP-M

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Falta 1 semana


É verdade amigos, é já no próximo domingo que se realizará a 1ª etapa do Campeonato Nacional de Triatlo, no Funchal. Apesar de que, até a quarta-feira passada não ter conseguido fazer um treino nas melhores condições e cumprir os mesmos até ao fim, a partir desse dia começei a melhorar e treinar sem dores. Mesmo assim, e visto que foram quase 2 semanas que praticamente não treinei, mantenho os objectivos de chegar ao fim, mas agora, mais confiante, que será uma realidade, e lutar pela melhor classificação possível, para o amealhar de pontos importantes para a finalissima do Campeonato Nacional.

Quanto ao percurso, e não sendo propriamente uma novidade para nós madeirenses, visto ser muito parecido ao do 1º Triatlo do Funchal de 2008, as 8 subidas do Infante vão fazer a diferença (infelizmente) e não esquecer este ano a pequena subida do Campo da Barca, que também poderá ser suficiente para perder um grupo se estivermos desatentos.

No segmento de atletismo, vamos ter a subida até ao Mercado dos Lavradores, que fará a selecção de quem está ainda fisicamente bem, e não esgotou todas as suas forças no segmento de ciclismo.

Bons treinos, descansem bem e encontramo-nos no domingo no Funchal. Boa sorte a todos.

terça-feira, 5 de maio de 2009

A 2 semanas do Triatlo do Funchal (Actualização dia 6 de Maio)

Após uma semana doente, em que cheguei a estar de cama, voltei aos treinos no domingo. Correu bem o que me fez pensar, que apesar do descanso forçado, ainda conseguia recuperar para estar relativamente bem no Triatlo do Funchal, prova que conta para o Campeonato Nacional, a minha aposta para este ano. O problema foi que no treino de ontem, não correu lá muito bem, com dores de estomago mal começei a correr após 40m de rolos. Neste momento o meu objectivo para o Funchal foi alterado, face a estas vicissitudes apenas desejo chegar ao fim de forma a somar pontos, que serão importantes para o apuramento da finalissima do Estoril.
Pelo menos hoje, o treino de natação correu bem. Espero que seja sinal que ainda existe uma luz ao fundo do túnel.
Entretanto a start list, começa a ficar composta e neste momento em que já estão inscritos mais de 30 triatletas, os nomes de Vanessa Fernandes (segundo o site da associção de triatlo da madeira), Bruno Pais e Duarte Marques, que participaram nos JO de Pequim 2008, saltam à vista. Espero que os madeirenses venham apoiar estes triatletas nas ruas do Funchal.

Calendário de Treinos e Provas